Santiago do Norte, o novo município de MT que nasceu a partir do agro

Alguém poderia construir uma nova cidade, iniciar um movimento de progresso no norte de Mato Grosso e tocar isso adiante com as forças da Sociedade Civil Organizada?

Sim, isso é possível e aconteceu a 520 quilômetros de Cuiabá, no distrito de Paranatinga, onde está nascendo o município de Santiago do Norte, com 4,5 mil habitantes.

Em meio a crise econômica, brasileiros empreendedores e cooperativistas estão nesse criando um município novo, voltado a milhares de pequenos produtores que possam ter por lá dignidade e um ótimo futuro.

O produtor rural conhecido como Caçula está liderando as ações e quer privilegiar a agricultura familiar. Eles plantam por lá 10% da mandioca do estado de Mato Grosso e estão construindo uma fecularia, mas pretendem ainda implantar várias cadeias, como limão, leite, frutas e hortaliças.

Neste momento, estão abrindo uma cooperativa com pessoas contratadas. Caçula diz que Mato Grosso é uma benção, pois plantam 10 milhões de hectares e chegarão a 20 milhões nos próximos anos.

O grupo está em busca de convênios com parceiros, como a Empresa Mato Grossense De Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), que tem como missão gerar conhecimento, tecnologia e extensão para o desenvolvimento sustentável do meio rural, com prioridade à agricultura familiar.

Santiago do Norte começou com dois irmãos, depois uma família e assim por diante, seguindo o modelo de nascimento de outras cidades como Sapezal, Lucas do Rio Verde e Sorriso.

Jovens, é ótima a ideia de ir para fora do país, afinal precisamos  de uma formação global. No entanto, peço que prestem atenção, olhem para o Brasil que nós já temos, pois ele revela muitas coisas geniais e, dentre elas, esse exemplo concreto do produtor Caçula.

Nasce agora um novo município no Brasil a partir do agronegócio e vai virar uma agrossociedade; e tudo isso em meio à crise, com incertezas e indefinições.

Quem quer faz, realiza e supera todas as adversidades.

A sociedade civil organizada pode mais, muito mais! E irá governar o país, principalmente após a pororoca extremista dos partidos políticos e seus resultados nesta eleição.

Leia também: 

5 respostas para “Santiago do Norte, o novo município de MT que nasceu a partir do agro”

  1. Paulo c. Bremm disse:

    Gostaria de colocar minha empresa nessa cidade….artefatos de cimento.. blocos, pré laje, pisos, etc..

  2. Nilson Pereira da Silva disse:

    Pensa o quê Agricultura Familiar de sustentabilidade terá progresso no Brasil com certeza é necessário apoiar o produtor da pequena agricultura Pois é ele que coloca o alimento na mesa de todos os brasileiros alimento este fruto do suor do rosto de brasileiros e brasileiras que têm trabalhado fortemente Neste País para progredir promover sustentabilidade promover alegria paz e fortalecimento na família pois a base da família é o alimento é o alimento que nos une em torno de uma só mesa.

  3. Anderson de Almeida disse:

    Só tomar cuidado ao comprar terrenos lá, tem corretores de má fé dando calotes, eu comprei dois lotes lá e me arrependi porque tive que vender minha casa achando que seria um futuro promissor, só pesadelo até agora.

  4. CLODOMY disse:

    Boa noite!
    Anderson gostaria de saber mais do seu caso pois estou pensando em investir la. Poderia me passar o seu contato?
    Atenciosamente,

    Clodomy de Alencar

  5. Rose disse:

    Bom dia. Me chamo Rose e moro em Santiago do Norte, penso que seria prudente vc falar com alguém que é morardor de Santiago.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *