-

Alimentos, consumo responsável, saúde humana e vegetal

Anufood Brazil, uma Feira Internacional Exclusiva para o Setor de Alimentos e Bebidas que busca replicar uma das mais importantes feiras de alimentos do mundo, a Anuga, se encerra nesta quinta, dia 14. Nessa Feira será lançada uma iniciativa da Plataforma de Inovação Tecnológica da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Governo do Estado de São Paulo,…

14 de março de 2019 às 12h28

Anufood Brazil, uma Feira Internacional Exclusiva para o Setor de Alimentos e Bebidas que busca replicar uma das mais importantes feiras de alimentos do mundo, a Anuga, se encerra nesta quinta, dia 14.

Nessa Feira será lançada uma iniciativa da Plataforma de Inovação Tecnológica da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Governo do Estado de São Paulo, como parte de um projeto de criação de uma base de informações sobre ciência e tecnologia de alimentos, destinada à toda sociedade brasileira.

Imagem: Freepik

Você pode visitar a plataforma acessando o site: alimentosprocessados.com.br. Criada em 2010, a Plataforma é uma estrutura vinculada ao Instituto de Tecnologia de Alimentos – ITAL. Isso significa uma mobilização do setor de alimentos na promoção do consumo responsável. O que aliás, caminha no outro lado da mesma moeda do capitalismo consciente… o consumo consciente.

Falando de agronegócio como sinônimo de saúde, outro importante movimento que acontece hoje é o 2° Encontro Brasileiro de Produtores de abacate e Avocado, que está acontecendo em Ribeirão Preto/SP, realizado pela Abacates do Brasil.

O abacate é uma fruta com enormes atributos para a saúde humana, mas que sofre preconceitos, sendo julgada como muito gordurosa, porém a gordura do abacate e dos avocados é saudável, além de ser ótima para ser servida tanto em pratos doces quanto salgados.

O Brasil é o 3° maior produtor de frutas do mundo, depois da China e Índia. Significa 27% dos empregos no agronegócio; usa apenas 2 milhões e quinhentos mil hectares de terra, e gera uma significativa riqueza não só econômica, mas na saúde também… uma saúde vegetal.

A hora do novo agronegócio.

Leia também:

-

Alimentos, consumo responsável, saúde humana e vegetal

Anufood Brazil, uma Feira Internacional Exclusiva para o Setor de Alimentos e Bebidas que busca replicar uma das mais importantes feiras de alimentos do mundo, a Anuga, se encerra nesta quinta, dia 14. Nessa Feira será lançada uma iniciativa da Plataforma de Inovação Tecnológica da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Governo do Estado de São Paulo,…

14 de março de 2019 às 12h28

Anufood Brazil, uma Feira Internacional Exclusiva para o Setor de Alimentos e Bebidas que busca replicar uma das mais importantes feiras de alimentos do mundo, a Anuga, se encerra nesta quinta, dia 14.

Nessa Feira será lançada uma iniciativa da Plataforma de Inovação Tecnológica da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Governo do Estado de São Paulo, como parte de um projeto de criação de uma base de informações sobre ciência e tecnologia de alimentos, destinada à toda sociedade brasileira.

Imagem: Freepik

Você pode visitar a plataforma acessando o site: alimentosprocessados.com.br. Criada em 2010, a Plataforma é uma estrutura vinculada ao Instituto de Tecnologia de Alimentos – ITAL. Isso significa uma mobilização do setor de alimentos na promoção do consumo responsável. O que aliás, caminha no outro lado da mesma moeda do capitalismo consciente… o consumo consciente.

Falando de agronegócio como sinônimo de saúde, outro importante movimento que acontece hoje é o 2° Encontro Brasileiro de Produtores de abacate e Avocado, que está acontecendo em Ribeirão Preto/SP, realizado pela Abacates do Brasil.

O abacate é uma fruta com enormes atributos para a saúde humana, mas que sofre preconceitos, sendo julgada como muito gordurosa, porém a gordura do abacate e dos avocados é saudável, além de ser ótima para ser servida tanto em pratos doces quanto salgados.

O Brasil é o 3° maior produtor de frutas do mundo, depois da China e Índia. Significa 27% dos empregos no agronegócio; usa apenas 2 milhões e quinhentos mil hectares de terra, e gera uma significativa riqueza não só econômica, mas na saúde também… uma saúde vegetal.

A hora do novo agronegócio.

Leia também: