Maior evento aeroagrícola do Brasil será realizado em Sertãozinho (SP)

O Congresso da Aviação Agrícola do Brasil ocorrerá entre os dias 30 de junho e 1º de agosto de 2019 e a expectativa é de 30% de crescimento em relação ao evento deste ano

Sertãozinho, no interior de São Paulo, terá no ano que vem o maior evento aeroagrícola já realizado no país. Anunciada no último dia 26 como a sede do próximo Congresso da Aviação Agrícola do Brasil (que vai de 30 de junho a 1º de agosto), a cidade vem no rastro de três edições recordistas consecutivas do evento. Além disso, a expectativa do Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag) é de que a movimentação seja 30% maior do que a edição de 2018, ocorrida em agosto, em Maringá – que teve 2,1 mil visitantes, 89 expositores (de 20 Estados e oito países) e 35 palestras e debates técnicos.

Demonstrações aéreas fazem parte da programação – Foto; Castor Becker Júnior

Para se ter uma ideia da importância do encontro, vale lembrar que o Brasil representa o segundo maior mercado mundial do setor (mais de 2,1 mil aeronaves), atrás apenas dos Estados Unidos, que tem cerca de 3,6 mil aviões e helicópteros atuando em lavouras. Além disso, São Paulo tem a terceira maior frota do País, com 312 aeronaves agrícolas – distribuídas entre 38 empresas prestadoras de serviços (segundo no ranking nacional) e 43 operadores privados (agricultores, usinas ou cooperativas que têm seus próprios aviões).

Estrutura

Apenas 13 dias depois do Sindag ter anunciado a cidade e lançado oficialmente a edição de 2019, o Congresso da Aviação Agrícola de Sertãozinho já teve 44% de espaços comercializados para sua mostra de equipamentos e tecnologias. A programação vai ocorrer no Centro de Eventos Zanini (Marginal João Olézio Marques, 3.563), onde ocorre anualmente a Fenasucro & Agrocana.

Além dos estandes da mostra de tecnologias, o congresso aeroagrícola terá no local três auditórios com discussões e palestras paralelas, bem como uma praça de alimentação. O evento já tem confirmada a participação de fabricantes de aviões do Brasil e Estados Unidos, empresa de drones, equipamentos embarcados e vários outros itens. E vai receber empresários, pilotos, produtores rurais, pesquisadores, autoridades, fornecedores, técnicos e estudantes.

Apesar da programação do ano que vem ser e não ser um aeródromo, também estão programadas demonstrações aéreas – na área nos fundos do pavilhão. Para isso, os aviões vão decolar de uma base de aviação agrícola a cinco quilômetros dali, já no município de Ribeirão Preto.

 Para outras informações, basta acessar o site do sindicato aeroagrícola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *