Motor bicombustível entre as novidades para o congresso aeroagrícola 2019

Faltando mais de sete meses para a edição de 2019, o Congresso da Aviação Agrícola do Brasil dá sinais de que a edição marcada para Sertãozinho, no interior de São Paulo, será forte no quesito novidades tecnológicas. Com mais da metade dos espaços reservados para sua mostra de tecnologias e equipamentos, um dos expositores já anunciou que pretende levar ao evento – o maior encontro do setor no País e um dos maiores do mundo – o projeto de um motor aeronáutico bicombustível (gasolina de aviação e etanol) com injeção eletrônica.

O motor deve ser oferecido para equipar aviões agrícolas já em operação, dentro da regulamentação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para a conversão – pela Instrução Suplementar (IS) 137.201-001 Revisão B. A norma foi emitida em 2013, depois de uma longa discussão com o Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag) e fabricantes e a partir de uma demanda do sindicato aeroagrícola.

Novas tecnologias serão ponto forte no encontro em Sertãozinho – Foto: Graziele Dietrich/Sindag

A programação, que vai ocorrer de 30 de julho a 1º de agosto, está sendo montada também na perspectiva de bons ventos para o agronegócio a partir do novo governo federal e vai chegar justamente no clima do balanço dos primeiros seis meses de governo. O que deve aumentar a expectativa quanto ao evento, que vem de um histórico de três recordes seguidos de participação de público e números de expositores e de debates – nas edições de Botucatu (SP), em 2016; Canela (RS), em 2017 e, este ano, em Maringá (PR)

Feira nos EUA

Além de um crescimento de cerca de 70 aviões agrícolas em 2018, na frota de mais de 2,1 mil aeronaves (a segunda maior do mundo), o Sindag também está nesta semana na Convenção Anual da Associação Nacional de Aviação Agrícola dos Estados Unidos (NAAA), que ocorre até quinta-feira, dia , em Reno, estado de Nevada. Além da troca de experiências com a entidade coirmã, visitar expositores de lá que já estão confirmados para o encontro no Brasil, acompanhar empresas daqui que estão expondo lá, a ideia é também atrair para empresas estrangeiras para o evento brasileiro.

Sem falar na apresentação, no estande do Sindag no Reno-Sparks Convention Center, do projeto Aviação Agrícola 360°, que utiliza realidade virtual tanto para apresentar o setor aeroagrícola a leigos como no auxiliar no treinamento de futuros profissionais das empresas e fazendas. A iniciativa, do instituto Brasileiro de Aviação Agrícola (Ibravag) nasceu praticamente junto com a nova entidade, que tem foco em agregar entidades, pesquisadores, profissionais e iniciativas ligados direta ou indiretamente à aviação agrícola. Tanto o Ibravag quanto o Aviação Agrícola 360° estrearam para o público no congresso da Aviação Agrícola deste ano, ocorrido em agosto, em Maringá.

Projeto de divulgar a aviação com uso de realidade virtual está sendo apresentado até quinta, em Reno, estado de Nevada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *