Conheça a importância do Panel Argos de Analise Sensorial de Azeites no controle de qualidade

  Com a  estruturação física do 1º Panel de Análises Sensorial de Azeites, na cidade de Ijui-RGS-Brasil com auxilio da  força comunitária através da Prefeitura Municipal, Associação Comercial de Ijui,Hospital de Caridade -HCI  e que esta plenamente autorizado e/ou acreditado pelo Conselho Oleícola Internacional-COI, após exaustivas e difíceis provas de conhecimento(teóricas e práticas) prestadas junto…

31 de janeiro de 2019 às 19h51

 

Com a  estruturação física do 1º Panel de Análises Sensorial de Azeites, na cidade de Ijui-RGS-Brasil com auxilio da  força comunitária através da Prefeitura Municipal, Associação Comercial de Ijui,Hospital de Caridade -HCI  e que esta plenamente autorizado e/ou acreditado pelo Conselho Oleícola Internacional-COI, após exaustivas e difíceis provas de conhecimento(teóricas e práticas) prestadas junto aquele Conselho e a consequente aprovação nas mesmas  habilitando assim esse grande instrumento de atividades  em prol da qualidade  dos azeites  a serem comercializados no Brasil que é o Panel ARGOS.

Muitos tentaram no mundo mas são só  80 paneles oficiais que estão legalmente habilitado pelas normas internacionais . Aqui na América Latina como já foi dito anteriormente  temos apenas 6 paneles oficiais (1 no Brasil, 1 no Chile , 3 na Argentina e 1 no Uruguai) .  Essa estrutura de análise técnica de azeites que segue os parâmetros internacionalmente aceitos para tal fim, complementa  e supre uma lacuna que temos no controle da qualidade desse alimento. O Brasil necessitava desse instrumento de classificação para poder aplicar , de fato, toda sua norma de controle dos azeites nesse quesito .

Agora com a autorização e credenciamento pela Entidade máxima do Setor desse instrumento técnico para o nosso país  não há o porquê de não se aplicar, também, a norma brasileira em consonância com o que ela diz e com as regras internacionalmente aceitas.    São avanços que temos que seguir para nos integrar dentro de um sistema organizado e disciplinado . Devemos isso aos nossos consumidores e a todos aqueles que usam esse poderoso alimento no país.

Tanto prezamos e tanto falamos em qualidade  e seus controles agora chegou a vez de mostrarmos que de fato estamos preocupados e queremos avançar na questão do controle do que  utilizamos e do que produzimos em nosso país nesse quesito. Temos que dar o exemplo de que somos cumpridores das regras e respeitamos nossos consumidores.Temos que sair da fase do discurso para a fase do cumprimento das normas .Como se diz  o bom exemplo sempre tem que vir de casa  ou o discurso é só para inglês ver.

Não basta anunciarmos aos quatro cantos que produzimos qualidade  em termos de azeite mas não submetemos o que produzimos a uma avaliação técnica por uma estrutura habilitada internacionalmente para tanto e que está a disposição para confirmar  essa qualidade tão apregoada. O Panel ARGOS de Analise Sensorial está habilitado internacionalmente para fornecer certificação dos azeites a ele submetidos. A certificação por ele dada  é aceita , como não poderia deixar de ser, em qualquer país que segue as normas do COI.   Está  em plenas condições de avaliar qualquer azeite de  produzido em qualquer parte do mundo  e classificá-lo dentro dos parâmetros de qualidade sensorial  estabelecido pelo COI.

Conheça a importância do Panel Argos de Analise Sensorial de Azeites no controle de qualidade

  Com a  estruturação física do 1º Panel de Análises Sensorial de Azeites, na cidade de Ijui-RGS-Brasil com auxilio da  força comunitária através da Prefeitura Municipal, Associação Comercial de Ijui,Hospital de Caridade -HCI  e que esta plenamente autorizado e/ou acreditado pelo Conselho Oleícola Internacional-COI, após exaustivas e difíceis provas de conhecimento(teóricas e práticas) prestadas junto…

31 de janeiro de 2019 às 19h51

 

Com a  estruturação física do 1º Panel de Análises Sensorial de Azeites, na cidade de Ijui-RGS-Brasil com auxilio da  força comunitária através da Prefeitura Municipal, Associação Comercial de Ijui,Hospital de Caridade -HCI  e que esta plenamente autorizado e/ou acreditado pelo Conselho Oleícola Internacional-COI, após exaustivas e difíceis provas de conhecimento(teóricas e práticas) prestadas junto aquele Conselho e a consequente aprovação nas mesmas  habilitando assim esse grande instrumento de atividades  em prol da qualidade  dos azeites  a serem comercializados no Brasil que é o Panel ARGOS.

Muitos tentaram no mundo mas são só  80 paneles oficiais que estão legalmente habilitado pelas normas internacionais . Aqui na América Latina como já foi dito anteriormente  temos apenas 6 paneles oficiais (1 no Brasil, 1 no Chile , 3 na Argentina e 1 no Uruguai) .  Essa estrutura de análise técnica de azeites que segue os parâmetros internacionalmente aceitos para tal fim, complementa  e supre uma lacuna que temos no controle da qualidade desse alimento. O Brasil necessitava desse instrumento de classificação para poder aplicar , de fato, toda sua norma de controle dos azeites nesse quesito .

Agora com a autorização e credenciamento pela Entidade máxima do Setor desse instrumento técnico para o nosso país  não há o porquê de não se aplicar, também, a norma brasileira em consonância com o que ela diz e com as regras internacionalmente aceitas.    São avanços que temos que seguir para nos integrar dentro de um sistema organizado e disciplinado . Devemos isso aos nossos consumidores e a todos aqueles que usam esse poderoso alimento no país.

Tanto prezamos e tanto falamos em qualidade  e seus controles agora chegou a vez de mostrarmos que de fato estamos preocupados e queremos avançar na questão do controle do que  utilizamos e do que produzimos em nosso país nesse quesito. Temos que dar o exemplo de que somos cumpridores das regras e respeitamos nossos consumidores.Temos que sair da fase do discurso para a fase do cumprimento das normas .Como se diz  o bom exemplo sempre tem que vir de casa  ou o discurso é só para inglês ver.

Não basta anunciarmos aos quatro cantos que produzimos qualidade  em termos de azeite mas não submetemos o que produzimos a uma avaliação técnica por uma estrutura habilitada internacionalmente para tanto e que está a disposição para confirmar  essa qualidade tão apregoada. O Panel ARGOS de Analise Sensorial está habilitado internacionalmente para fornecer certificação dos azeites a ele submetidos. A certificação por ele dada  é aceita , como não poderia deixar de ser, em qualquer país que segue as normas do COI.   Está  em plenas condições de avaliar qualquer azeite de  produzido em qualquer parte do mundo  e classificá-lo dentro dos parâmetros de qualidade sensorial  estabelecido pelo COI.