PT trata o Brasil como quintal e imprime material de campanha de Lula

A estratégia do PT diante deste impasse envolvendo o ex-presidente Lula é levar o nome de seu líder como candidato à Presidência até quando for possível, para que, lá na frente, ocorra uma transferência de votos para outro indicado pelo partido. Possivelmente, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad.

Com essa estratégia, o PT já tem até o material de campanha do Lula pronto, mesmo ele estando preso e condenado a 12 anos de reclusão. Mas isso não nos surpreende, pois o PT acredita que o Brasil é o quintal dele e pode fazer tudo o que quer.

A prova de que o Partido dos Trabalhadores não pensa em outra alternativa, foi o não fechamento de acordo com Ciro Gomes (PDT), pré candidato que também defende a liberdade do petista.


Questão jurídica

A condenação do Lula o torna um ficha suja, mas como essa situação deve ser votada pelo Supremo em breve, o partido deve retirar esse processo que pede a suspensão da pena do ex-presidente. Com isso, o partido vai esperar a votação sobre os casos de ficha suja, apostando no afunilamento do calendário eleitoral para que essa questão não seja votada.

O líder petista ainda tem uma aceitação muito grande e é nessa aceitação popular que o partido deve apostar suas últimas e poucas fichas.

Abaixo, uma das peças de campanha confeccionadas pelo Partido dos Trabalhadores:

Foto: Partido dos Trabalhadores/Divulgação

Leia mais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *