Veja os cinco desafios do próximo presidente na área da saúde

O Rural Notícias está analisando com quais prioridades o próximo governo deve lidar nas áreas de crescimento humano, social e econômico do país. Hoje vamos ver os cinco tópicos fundamentais a serem abordados na área da saúde pelo próximo presidente do país.

  1. Garantir o direito à Saúde

Em uma escala de 0 a 10, estamos entre os números 2 e 3 neste ponto. A garantia do acesso à Saúde está na Constituição e ele é garantido pela arrecadação da seguridade social. O problema, meus amigos, é que o governo sequestra o dinheiro dos impostos que seriam utilizados na Saúde para pagar salário, benefício previdenciário e outros custos.

Portanto, a garantia ao atendimento médico está prejudicada e precisa ser revisada pelo próximo governo, principalmente na questão do destino tributário.

  1. Pacto Federativo para favorecer o fortalecimento do SUS

Existem casos de grandes cidades que recebem uma demanda muito grande de pacientes de outras regiões. Acontece muito em São Paulo, por exemplo. Mas o que vemos é uma superlotação e pacientes internados em ambulância a procura de atendimento.

Para melhorar isso, é preciso atribuir aos estados da Federação o que eles precisam fazer em relação à Saúde. O que não pode acontecer é o município adotando uma política e o estado outra, sem sinergia, o que acaba gerando problemas no atendimento.

  1. Aumento da remuneração e qualificação

Hoje, a remuneração de pessoas importantes da nossa sociedade como médicos e professores é deficitária. Eles possuem amor ao trabalho e por isso, apenas por isso, a situação não é pior.

Acredito que é preciso investimento, principalmente para o atendimento em regiões carentes e com falta de infraestrutura.

  1. Implementar a política nacional de atenção hospitalar

Acredito, meus amigos, que precisamos ampliar leitos intensivos e comprar muitos equipamentos cirúrgicos e de diagnóstico para diminuir as filas nos hospitais. Por outro lado, existem hospitais prontos e com equipamentos novos, apodrecendo sem uso.

Indecentemente, os políticos constroem os hospitais e, na hora de colocar para funcionar, os recursos não estão lá. É preciso melhorar urgentemente a gestão.

  1. Expansão da medicina preventiva no sistema público

Quando temos uma medicina preventiva, evitamos o tratamento de doenças muitas vezes avançadas e muito complexas. É uma questão de inteligência e redução de custos.

Confira o vídeo completo:

Veja os desafios do próximo presidente na área da educação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *