Daoud: População não quer armas nas ruas e sim dentro de casa

Dados da última pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira, dia 11, apontam que 72% da população não se sente mais segura com as pessoas andando armadas nas ruas. Em um primeiro momento, isso pode parecer estranho, já que o presidente Jair Bolsonaro foi eleito justamente ao pregar o direito ao uso de armas pelo cidadão.

Acontece, meus amigos, é que a pergunta feita nesta pesquisa é tendenciosa e leva a este tipo de resposta. Claro que ninguém vai se sentir mais seguro com todo mundo andando com armas na rua e nem é isso que o governo Bolsonaro está defendendo.

O que queremos é que o cidadão possa ter o direito à posse de armas dentro da sua casa, para poder proteger a sua família da ação dos bandidos. Eu mesmo não sou a favor das pessoas andarem armadas e garanto que se a pergunta feita fosse outra, o resultado seria completamente diferente.

O instituto deveria ter perguntado se o entrevistado apoia o posse de arma em casa para proteger a família, pois é isso que o produtor rural e a população em geral deseja. E todos sabemos que para ter uma arma não será tão simples assim, pois o candidato precisa passar um um exame psicotécnico e ter condições legais para isso.

Durante o Rural Notícias desta quinta, os telespectadores se manifestaram neste sentido, como o Dorival Alves, de Tabaporã (MT), que disse que “ter uma arma em casa traria mais segurança”.

“Andar armado na rua, não, mas posse de arma em casa, sim”, também opinou Luis Tommasi, de Capão da Canoa (RS).

É por isso, meus amigos, que eu sempre digo que é preciso ter muito cuidado com algumas pesquisas. Nem todas são tão simples e explicam o desejo real da população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *