-

Aberta reúne candidatos ao título do Freio de Ouro 2019

A etapa Aberta de Esteio (RS) mais uma vez se notabiliza pela participação expressiva de fortes concorrentes

16 de maio de 2019 às 14h24

Foi dada a largada na manhã desta quinta-feira, dia 16, à quarta classificatória ao Freio de Ouro 2019. A etapa Aberta de Esteio (RS) mais uma vez se notabiliza pela participação expressiva de fortes concorrentes. Na categoria das fêmeas temos 10 finalistas e nos machos, 19.

Entre as éguas, Umauá do Infinito, da Cabanha Rota do Tropeiro, que é a atual campeã da seletiva, volta à pista na mão do ginete Libamar Novello. Outro importante conjunto é Xiba do Infinito e Miguel Souza. A gateada ruiva da Agropecuária Infinito venceu o Bocal de Ouro em 2018.

Assuero do Rancho Aruanã, Bocal de Ouro 2018 – Foto Felipe Ulbrich

Nos machos, também retorna o vencedor da Aberta do ano passado, PP Saudade de um Amigo do Renascer, da Estância Renascer, de Uruguaiana (RS), e montado pelo ginete Gabriel Marty.
O campeão do Bocal de 2018 é outro que está de volta. Assuero do Rancho Aruanã, das Cabanhas KLE e Querência Crioula retorna com Guto Freire. Na categoria há ainda a participação do Bocal de Prata de 2017, Feitiço Cavalera (Cabanha La Perseverancia) e do Bocal de Bronze do mesmo ano, Infinito da Camila (Estância Renascer do T. Luna).
Também chama a atenção a multifuncionalidade dos animais. Vários exemplares já disputaram o Freio Jovem, o Freio do Proprietário, a Paleteada, a Campereada, o Movimiento a La Rienda e o Crioulaço.

É significativo ainda, o número de competidores que fizeram ou que seguem fazendo campanha morfológica. Entre as fêmeas são 13 e entre os machos, 27. Por tudo isso, se espera uma das classificatórias mais disputadas do ciclo e, certamente teremos conjuntos da etapa figurando entre os primeiros do Freio na Expointer.

Por Sandro Fávero

-

Aberta reúne candidatos ao título do Freio de Ouro 2019

A etapa Aberta de Esteio (RS) mais uma vez se notabiliza pela participação expressiva de fortes concorrentes

16 de maio de 2019 às 14h24

Foi dada a largada na manhã desta quinta-feira, dia 16, à quarta classificatória ao Freio de Ouro 2019. A etapa Aberta de Esteio (RS) mais uma vez se notabiliza pela participação expressiva de fortes concorrentes. Na categoria das fêmeas temos 10 finalistas e nos machos, 19.

Entre as éguas, Umauá do Infinito, da Cabanha Rota do Tropeiro, que é a atual campeã da seletiva, volta à pista na mão do ginete Libamar Novello. Outro importante conjunto é Xiba do Infinito e Miguel Souza. A gateada ruiva da Agropecuária Infinito venceu o Bocal de Ouro em 2018.

Assuero do Rancho Aruanã, Bocal de Ouro 2018 – Foto Felipe Ulbrich

Nos machos, também retorna o vencedor da Aberta do ano passado, PP Saudade de um Amigo do Renascer, da Estância Renascer, de Uruguaiana (RS), e montado pelo ginete Gabriel Marty.
O campeão do Bocal de 2018 é outro que está de volta. Assuero do Rancho Aruanã, das Cabanhas KLE e Querência Crioula retorna com Guto Freire. Na categoria há ainda a participação do Bocal de Prata de 2017, Feitiço Cavalera (Cabanha La Perseverancia) e do Bocal de Bronze do mesmo ano, Infinito da Camila (Estância Renascer do T. Luna).
Também chama a atenção a multifuncionalidade dos animais. Vários exemplares já disputaram o Freio Jovem, o Freio do Proprietário, a Paleteada, a Campereada, o Movimiento a La Rienda e o Crioulaço.

É significativo ainda, o número de competidores que fizeram ou que seguem fazendo campanha morfológica. Entre as fêmeas são 13 e entre os machos, 27. Por tudo isso, se espera uma das classificatórias mais disputadas do ciclo e, certamente teremos conjuntos da etapa figurando entre os primeiros do Freio na Expointer.

Por Sandro Fávero