-

Ginete é “batizado” em Araranguá, rumo à sua primeira final

Sempre que tem “galo novo na briga” da maior prova da raça Crioula, o ginete estreante passa por um tradicional ritual de “batismo”, organizado pelos próprios companheiros de pista. Foi o que aconteceu com Marcone Braga no último domingo, dia 23, na Classificatória de Santa Catarina e Paraná, realizada no Caverá Country Park, em Araranguá (SC).…

25 de junho de 2019 às 21h42

Sempre que tem “galo novo na briga” da maior prova da raça Crioula, o ginete estreante passa por um tradicional ritual de “batismo”, organizado pelos próprios companheiros de pista. Foi o que aconteceu com Marcone Braga no último domingo, dia 23, na Classificatória de Santa Catarina e Paraná, realizada no Caverá Country Park, em Araranguá (SC).

Olha só o que os colegas aprontaram para ele, durante a premiação:

Rumo à sua primeira final do Freio de Ouro, o treinador vai acompanhado do cavalo Esquilador do Campo Aberto, da Cabanha FTZ, de Passo Fundo (RS). O conjunto, que iniciou o domingo da Classificatória em 13º, fez bonito nas provas finais e terminou como 7º colocado da etapa.

Titular do CT Praiana, localizado em Arroio do Sal (RS), Marcone começou no Freio do Proprietário e passou a atuar profissionalmente há quatro ciclos. Mas só agora, aos 35 anos, conseguiu realizar o sonho de competir na grande final de Esteio.

– É difícil de explicar, a emoção é muito grande. Sempre fui apaixonado pelo cavalo, cursei Medicina Veterinária por causa do cavalo e trabalho até hoje com reprodução equina, mas sempre gostei mesmo é de montar. É a realização de um sonho profissional – comemora o ginete.

Foto Felipe Ulbrich

Foto: Felipe Ulbrich/Divulgação ABCCC

*Por Estela Facchin

-

Ginete é “batizado” em Araranguá, rumo à sua primeira final

Sempre que tem “galo novo na briga” da maior prova da raça Crioula, o ginete estreante passa por um tradicional ritual de “batismo”, organizado pelos próprios companheiros de pista. Foi o que aconteceu com Marcone Braga no último domingo, dia 23, na Classificatória de Santa Catarina e Paraná, realizada no Caverá Country Park, em Araranguá (SC).…

25 de junho de 2019 às 21h42

Sempre que tem “galo novo na briga” da maior prova da raça Crioula, o ginete estreante passa por um tradicional ritual de “batismo”, organizado pelos próprios companheiros de pista. Foi o que aconteceu com Marcone Braga no último domingo, dia 23, na Classificatória de Santa Catarina e Paraná, realizada no Caverá Country Park, em Araranguá (SC).

Olha só o que os colegas aprontaram para ele, durante a premiação:

Rumo à sua primeira final do Freio de Ouro, o treinador vai acompanhado do cavalo Esquilador do Campo Aberto, da Cabanha FTZ, de Passo Fundo (RS). O conjunto, que iniciou o domingo da Classificatória em 13º, fez bonito nas provas finais e terminou como 7º colocado da etapa.

Titular do CT Praiana, localizado em Arroio do Sal (RS), Marcone começou no Freio do Proprietário e passou a atuar profissionalmente há quatro ciclos. Mas só agora, aos 35 anos, conseguiu realizar o sonho de competir na grande final de Esteio.

– É difícil de explicar, a emoção é muito grande. Sempre fui apaixonado pelo cavalo, cursei Medicina Veterinária por causa do cavalo e trabalho até hoje com reprodução equina, mas sempre gostei mesmo é de montar. É a realização de um sonho profissional – comemora o ginete.

Foto Felipe Ulbrich

Foto: Felipe Ulbrich/Divulgação ABCCC

*Por Estela Facchin