Desenvolvimento do nortão de MT precisa de regularização fundiária e melhor logística

Pecuária forte, tanto na produção de carne quanto na produção de leite. E uma agricultura promissora, que dá passos cada vez mais firmes rumo ao cultivo de grãos sobre áreas de pasto degradado. O “nortão” de Mato Grosso tem – por natureza – a diversificação como uma das características e, quem vive e produz por lá, acredita no futuro do local.

Embora o potencial seja grande, a região requer mais atenção do poder público – especialmente em temas que ainda hoje geram preocupação no campo. Na avaliação de José Luiz Fidélis, que é presidente do Sindicato Rural de Matupá, o “nortão” precisa ter melhorias urgentes em sua infraestrutura logística, que – por vezes – se torna um entrave para quem produz por ali. De obras que ainda não foram concluídas a aquelas que sequer foram iniciadas, Fidélis acredita que os novos governos, tanto em esfera Estadual quanto Federal, devem ter um olhar mais atento para as estradas que cortam Mato Grosso..

Outra demanda emergencial é a regularização fundiária. Falta agilidade no processo de titulação das terras, segundo Fidélis, o que acaba inviabilizando o acesso de muitos produtores a linhas de crédito que poderiam ter papel importante no desenvolvimento das propriedades. Ainda segundo o presidente do Sindicato Rural de Matupá, o ano que começa com tantas mudanças políticas, renova as esperanças de quem produz no norte de Mato Grosso… mas é preciso que os novos gestores olhem com atenção para os temas que podem ajudar no desenvolvimento da região.

O assunto foi um dos destaques do Canal Rural Mato Grosso no Mercado e Companhia desta sexta-feira, dia 4. José Luiz Fidélis também falou sobre a primeira “Tecno Safra Nortão”, que será realizada nos dias 17 e 18 de janeiro em Matupá. A feira técnica marca o  início do calendário agropecuário no estado, e contará com palestras e painéis com assuntos que vão desde economia agrícola e pecuária até a difusão de tecnologia para as culturas de soja, milho, pecuária de corte e leite em Mato Grosso. A primeira “Tecno Safra Nortão” também irá homenagear a personalidade do ano no agro em 2018 com o prêmio “O eloquente- Dirceu Gassen”.


Confira a programação completa:

Dia 17 de Janeiro de 2019

06:30h – Inscrições e Coffee Break

08:30h – Abertura Oficial

08:45h – Apresentação entidades- FAMATO/IMEA/SENAR/ACRIMAT/APROSOJA/ACRIMAT/APROLEITE

09:45h – Painel Economia Agrícola e Pecuária – Daniel Latorraca – Sup. do Imea

10:45h – Intervalo 15 min

11:00h – Palestra: ”Controle Biológico” – Dr. Ivan Cruz (Embrapa)

12:00h – Almoço

13:00h – Retorno – Vídeo institucional

13:15h – Palestra: “Nutrição e Manejo Pecuária de Corte e Leite” – MSc. Renato Dib (UEG)

14:30h – Palestra: “Como contruir um ambiente de alta produtividade?” – Dr. João Augusto Lopes Pascoalino (CESB)

15:30h – Coffee Break

15:45h – Visita aberta nos canteiros/Máquinas

17:30h – Fechamento dos portões

Dia 18 de Janeiro

06:30h – Inscrições

07:00h – Visita aberta nos canteiros/Máquinas (PERÍODO MATUTINO/VESPERTINO)

09:00h – Palestra: “É possível ter lucro na propriedade de leitura? Com gestão sim!! Vamos aos números”. Eng. Agri. Carlos Eduardo Freitas Carvalho (Petrus Consultoria)

10:30h – Coffee Break

10:45h – Palestra: “Senar Tec Leite – Funcionamento e ação – Armando Urenha – Coord. Técnico

12:00h – Almoço

13:00h – Retorno vídeo institucional

13:15h – Espaço livre negociação/Standers

19:00h – Palestra Magna com José Luiz Tejon- “Agronegócio e Agro Sociedade” – Educação e superação”

20:30h – Prêmio “O Eloquente – Dirceu Gassen’’

21:00h – Encerramento/Coquetel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *