Margem de Esmagamento de soja na China segue em alta

As margens de esmagamento de soja na China se mantém positivas. O farelo de soja manteve os preços observados na semana passada, e estão próximos do menor valor visto em 18 meses. O óleo de soja apresentou altas.

A margem de esmagamento de soja disponível (spot) na China (24/Jan) foi de 79 Yuan/Ton, 46 Yuan a menos do que na semana anterior (R$ 1 real: 1,7 yuan). A margem com o grão “futuro” foi de 9 Yuan/Ton, 34 Yuan a menos do que na semana anterior, porém 90 Yuan superior ao ano de 2018. Há oito meses a margem de esmagamento do grão “futuro” caiu para seu nível mais baixo desde março de 2014.

O farelo de soja vem apresentando quedas sucessivas durante algum tempo, mas nessa semana foram mantidos os preços vistos na semana passada. Esta desvalorização nos preços pode ser reflexo da redução do rebanho de suínos na China, que vem afetando o consumo de farelo de soja no país. Uma vez que a demanda não é firme, os vendedores têm que baixar os preços para tentar reanimar o mercado. O óleo de soja apresentou nova elevação, agora de 3,5% quando comparado com a semana passada. Os preços do óleo de soja vêm apresentando alta desde a queda recorde vista seis semanas atrás.

O Departamento de Agricultura Norte Americano (USDA), em seu relatório de dezembro, manteve sua projeção de importação de soja pela China em 90 milhões de toneladas no ano comercial 2018/19. Enquanto isso, a China em seu relatório mensal de Oferta e Demanda, reportou importações de 83,65 milhões de toneladas neste mesmo período.

O governo chines não confirma o total comprado de soja dos EUA por parte das empresas estatais, mas o volume total é estimado em 5 milhões de toneladas. Se essas compras realmente forem confirmadas, o USDA poderá aumentar sua projeção para as exportações americanas de soja no seu próximo relatório de Oferta e Demanda. Estas compras irão ajudar a valorizar as cotações futuras de soja na CBOT via redução dos estoques americanos.

É bom enfatizar que margens de esmagamento na China são um dos indicadores que podem influenciar o ritmo de importação de soja. Margens positivas tendem a incentivar o esmagamento, enquanto prejuízo aos esmagadores reduzem o ímpeto das indústrias esmagadoras.