Um caos na safra norte-americana?! O que devemos esperar?

Os excessos de chuvas colocam o atraso de plantio nos piores níveis da história dos Estados Unidos

07 de junho de 2019 às 11h17

A safra norte-americana de grãos tem passado por um início sem precedentes. Os excessos de chuvas colocam o atraso de plantio nos piores níveis da história dos Estados Unidos, além de deteriorar a qualidade de germinação das sementes no chão.

Clientes da ARC, dispersos por quase todo o Cinturão, nos alertam diariamente pela falta de janela de entrada. Mesmo com as atuais estiagens (que já duram quase 6-7 dias em algumas regiões dispersas pelo Cinturão), as dificuldades da mecanização continuam impedindo o avanço significante da safra estadunidense.

Além do mais, após o mês de maio mais chuvoso da história do país, a janela ideal de plantio do milho já chega ao fim.

 

Entretanto, os ganhos consecutivos de preços aqui na Bolsa de Chicago (CBOT) tem se mostrado como um incentivo ao produtor rural estadunidense na semeadura fora da janela ideal, tomando o risco climático. Lembrando que o plantio tardio do milho deixa a cultura susceptível às geadas de setembro em diante.

Em Illinois, sede da nossa matriz (ARC – AgResource), o cenário é catastrófico. A mecanização se torna praticamente impossível, mesmo com janelas de sol e temperaturas elevadas. Os solos com alto teor de argila possuem elevada retenção hídrica, sendo necessário dias consecutivos de tempo aberto para possibilitar a entrada de maquinário pesado.

Mesmo aqueles com equipamentos mais avançados (tratores esteira ou 4×4 filipado) não conseguem a entrada no campo, uma vez que a qualidade do plantio se torna deplorável. Os atoleiros se tornam comum por todo o Cinturão Agrícola. O excesso de barro entope canoplas, sulcadores e inviabiliza a plantabilidade.

Fique atento

O progresso de plantio nestes próximas 7-9 dias será crucial para determinar o total de área de milho não cultivada, a qual será destinada ao plantio da soja, ou adesão aos Seguros Rurais que possuem cláusulas de Prevenção de Plantio. O mercado continuará altamente reativo às previsões climáticas atualizadas para este período, fique antenado!

Saiba mais sobre a safra norte-americana e as reações do mercado em: www.ARCMercosul.com

Um caos na safra norte-americana?! O que devemos esperar?

Os excessos de chuvas colocam o atraso de plantio nos piores níveis da história dos Estados Unidos

07 de junho de 2019 às 11h17

A safra norte-americana de grãos tem passado por um início sem precedentes. Os excessos de chuvas colocam o atraso de plantio nos piores níveis da história dos Estados Unidos, além de deteriorar a qualidade de germinação das sementes no chão.

Clientes da ARC, dispersos por quase todo o Cinturão, nos alertam diariamente pela falta de janela de entrada. Mesmo com as atuais estiagens (que já duram quase 6-7 dias em algumas regiões dispersas pelo Cinturão), as dificuldades da mecanização continuam impedindo o avanço significante da safra estadunidense.

Além do mais, após o mês de maio mais chuvoso da história do país, a janela ideal de plantio do milho já chega ao fim.

 

Entretanto, os ganhos consecutivos de preços aqui na Bolsa de Chicago (CBOT) tem se mostrado como um incentivo ao produtor rural estadunidense na semeadura fora da janela ideal, tomando o risco climático. Lembrando que o plantio tardio do milho deixa a cultura susceptível às geadas de setembro em diante.

Em Illinois, sede da nossa matriz (ARC – AgResource), o cenário é catastrófico. A mecanização se torna praticamente impossível, mesmo com janelas de sol e temperaturas elevadas. Os solos com alto teor de argila possuem elevada retenção hídrica, sendo necessário dias consecutivos de tempo aberto para possibilitar a entrada de maquinário pesado.

Mesmo aqueles com equipamentos mais avançados (tratores esteira ou 4×4 filipado) não conseguem a entrada no campo, uma vez que a qualidade do plantio se torna deplorável. Os atoleiros se tornam comum por todo o Cinturão Agrícola. O excesso de barro entope canoplas, sulcadores e inviabiliza a plantabilidade.

Fique atento

O progresso de plantio nestes próximas 7-9 dias será crucial para determinar o total de área de milho não cultivada, a qual será destinada ao plantio da soja, ou adesão aos Seguros Rurais que possuem cláusulas de Prevenção de Plantio. O mercado continuará altamente reativo às previsões climáticas atualizadas para este período, fique antenado!

Saiba mais sobre a safra norte-americana e as reações do mercado em: www.ARCMercosul.com