Exigências nutricionais da cana-de-açúcar

Olá amigo produtor!

Já estamos a todo vapor na safra da cana-de-açúcar. Até a primeira metade de maio já foram processadas 38,63 milhões de toneladas na região Centro-Sul. A previsão para a safra 2018/19 é que 567 milhões de toneladas sejam processadas.

Claro que para atingir toda essa produção, as plantas de cana-de-açúcar precisam estar bem nutridas. E para tanto, um solo fértil é essencial. Isso porque o açúcar (sacarose) e o álcool etílico são produzidos lá no campo. As usinas e destilarias apenas extraem e transformam a matéria-prima.

Campo de cana-de-açúcar

A demanda da cana por nutrientes varia de acordo com o potencial produtivo esperado. Geralmente, a cana planta é mais exigente que a cana soca. Em compensação, a cana planta consegue se beneficiar do nitrogênio (N) mineralizado no solo, fazendo com que a demanda de fertilizante nitrogenado seja maior para cana soca do que para cana planta.

Em relação aos macronutrientes, o nitrogênio é necessário em grandes quantidades. É ele quem ajuda a aumentar a produção de matéria seca e a produtividade. O fósforo (P), é bastante exigido no início do desenvolvimento da planta. Ele auxilia no crescimento das raízes e no perfilhamento. A necessidade de potássio (K), é ainda maior que a do nitrogênio. O potássio fica nos colmos e seu pico de absorção acontece na fase de máximo crescimento.

O cálcio (Ca) é extraído do solo pela planta no início de seu desenvolvimento. Ele atua na formação das raízes e na estruturação das células. O magnésio (Mg) e o enxofre (S) são obtidos durante todo o ciclo da cultura; entretanto, o seu pico de absorção ocorre no terço final do ciclo. Eles são necessários para garantir um bom desenvolvimento das plantas e alta produtividade de colmos.

Em relação aos micronutrientes, a cultura da cana-de-açúcar tem maior extração de ferro (Fe) e o manganês (Mn). Eles atuam na redução de estresses, melhoram a fotossíntese e a produtividade. O boro (B) e o molibdênio (Mo) atuam na produção de novos tecidos vegetais. O molibdênio também pode atuar na eficiência de absorção de nitrogênio pela cultura.

Deixe seu comentário, conte-nos sua experiência. Lembre-se que o Facebook do BOAS tem um canal direto com nossos técnicos.

Até logo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *