Dezembro, o mês da confraternização da família crioulista

Foto: Fagner Almeida/ABCCC

Estamos chegando ao final de mais um ano, com a sensação de que este passou mais rápido do que os anteriores. Será somente uma impressão ou o tempo realmente está voando? As 24 horas do dia já não chegam para tudo o que programamos e sempre ficamos com algo para cumprir no dia seguinte.

Estamos em dezembro, um mês muito especial, de preparativos para as festividades natalinas, escolha de presentes para as crianças e amigos secretos e as já corriqueiras despedidas de final de ano, seja trabalho ou no grupo do condomínio e, para fechar com chave de ouro, no Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos, promovendo uma festa campeira com provas para todos, desde as crianças com seus cavalinhos de pau e os jovens ginetes, passando pelos compenetrados e treinados proprietários, sem esquecer os veteranos, que participam por diversão.

Entre uma prova e outra, um bom assado é servido com a colaboração de todos, doces caseiros carinhosamente elaborados e servidos pelas senhoras, um bate-papo na sombra das árvores ou de uma aconchegante varanda, chistes divertidos sobre a atuação de cada um em pista, a informalidade permite avaliar os jurados, com a chance de terminar o dia com música e até um improvisado arrasta-pé.

Parece redundante que, depois de um ano corrido, repleto de eventos, os criadores ainda queiram estar juntos, organizando em sua cidade mais um encontro, trazendo seus cavalos e convidando os amigos para participar.

Certamente é o espírito que une a família crioulista: o convívio, o congraçamento entre as gerações, ensinando disfarçadamente aos mais jovens que este ambiente é salutar, preparando-os para ser o futuro.

Estas singelas reuniões fortalecem a amizade, trazem união e, sem estar presente na intenção primeira, cumprem com o espírito natalino de ser renovação, esperança, amor e paz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *