Abundância nas terras de Canaã

Amélio Dall’Agnol, pesquisador da Embrapa Soja

Há uma passagem na bíblia em que os profetas anunciavam ao povo Judeu haver uma terra de abundância chamada Canaã, onde corriam rios de leite e de mel. Era a terra prometida ao povo judeu. Nas terras brasileiras não tem rios de leite nem de mel, mas tem estradas congestionadas por caminhões carregados de alimentos e a caminho dos portos que levarão este “leite e mel” para mais de 200 países, sedentos por esses produtos.

Foto: RRRufino

O Brasil é um país privilegiado. Nele não correm rios de mel, mas também não vingam desertos e nele não explodem vulcões e nem terremotos. A maior parte do território é aproveitável para a produção de alimentos. Nele é possível realizar não uma, mas duas e, eventualmente, três colheitas anuais no mesmo pedaço de chão.
O grande impulso no avanço da produção brasileira de grãos deu-se por força, principalmente, do aumento da produtividade. Nos últimos 27 anos, a produção de grãos do Brasil cresceu 314%: 58 milhões de toneladas (Mt) em 1990 para 240 Mt, em 2017. A área, no período, cresceu apenas 82% (34 Mha, em 1991 vs 62 Mha, em 2017). A produção de carnes, cuja matéria prima no Brasil é o milho e a soja, cresceu mais: 740% (3,3 Mt na média dos anos 70, para 27,71 Mt em 2017.

Apenas para ilustrar: se dependêssemos da produtividade média da soja realizada na década de 1970 (1.144 kg/ha), para obter as mesmas 114 Mt de soja colhidas na última safra (2017) seriam necessárias, não as 34 Mha utilizadas na safra 2016/17, mas 99,7 Mha. Com o milho não foi diferente. Para produzir as 98 Mt da safra de 2016/17, com a produtividade de 1991 (1.785 kg/ha), haveria necessidade, não dos 17,6 Mha efetivamente utilizados, mas de 55 Mha. A diferença indica as áreas salvas do desmatamento pelo aumento da produtividade (65,7 Mha pela soja, mais 37,4 Mha pelo milho).

“Além de seus atuais 62 milhões de hectares de lavouras, o Brasil possui cerca de 170 milhões de hectares de terras virgens, aptas e disponíveis para a produção agrícola, o que corresponde a, aproximadamente, toda a atual área cultivada dos EUA. O Brasil está para a agricultura, assim como a China está para os manufaturados; é uma potência agrícola a cujo tamanho e eficiência poucos competidores são capazes de igualar”. (Financial Times, em 23/06/2005).

A safra brasileira de grãos cresceu mais nos últimos 27 anos, do que nos quase 500 anos anteriores: 58 Mt em 1990 vs 240 Mt em 2017, promovendo o Brasil em importante ator no processo de garantir a segurança alimentar mundial. Além de reunir condições climáticas favoráveis, água em abundância para irrigação, muita terra apta e disponível para mais produção, o país pode, adicionalmente, contar com modernas tecnologias para produzir em climas tropicais com baixas latitudes e, ainda, dispor da capacidade e do empreendedorismo dos dinâmicos produtores brasileiros para tornar o País um dos principais protagonistas na tarefa de alimentar o Planeta.  A Terra de Canaã é aqui. O povo eleito somos nós. Haverá outra terra mais dadivosa do que a terra brasileira? Produz de tudo, o ano todo. Aproveite a oportunidade Brasil