10 projeções sobre o tamanho da safra de soja 2018/2019

Qual vai ser o tamanho da safra de soja 2018/2019? Essa é a pergunta que várias consultorias se dedicaram a responder nas últimas semanas. O Blog uniu dez dados sobre o tamanho estimado da produção neste ciclo, desde os oficiais até a previsão de bancos que atuam no setor. Há diferença de projeção de mais de 10 milhões de toneladas entre uma empresa e outra. E por que tanto? Ferramentas usadas para aferir a safra e modelo de levantamento são algumas das respostas apresentadas para explicar tamanha disparidade quanto ao volume que deverá sair das lavouras neste ano. Além disso, algumas consultorias já colocaram na conta os riscos da irregularidade das chuvas que pode prejudicar ainda mais o desenvolvimento da safra.

Conab 

A estimativa oficial do governo apresentada nessa semana apontou para colheita de 118,8 milhões de toneladas no ciclo 2018/2019, o que descarta um novo recorde de produção para a soja nesta temporada.

Safras&Mercado

A consultoria Safras&Mercado divulgou nesta sexta-feira um novo levantamento da safra e apontou corte de quase 7 milhões na expectativa de produção em comparação ao ultima relatório. Em dezembro a previsão era de 122,2 milhões de toneladas e agora 115,7 milhões. O problemas climáticos em estados como Mato Grosso do Sul e Paraná estão entre os principais motivos para redução na estimativa, já que problemas climáticos estão gerando quebra de safra nessas regiões, principalmente.

Agroconsult 

A projeção da Agroconsult divulgada nesta quinta-feira aponta para safra de 117,6 milhões de toneladas de soja ante 122,8 milhões de toneladas previstos em dezembro. Mesmo com crescimento de 3,1% na área plantada neste ciclo, a estiagem e altas temperaturas comprometeram a produção principalmente no Oeste e Norte do Paraná e Sul de Mato Grosso do Sul e nessas regiões a produtividade média deve ficar em 35 sacas por hectare.

Rabobank

Levantamento do maior banco de agronegócios do mundo prevê produção de 119 milhões de toneladas, muito próximo do recorde histórico de 119,2 milhões de toneladas colhidas no ciclo passado. O Rabobank prevê que a expansão de área deve compensar um pouco as perdas, já que o Brasil teve um incremento de quase 1 milhão de hectares nesta safra.

 

AgRural 

No último levantamento realizado em dezembro de 2018, a consultoria havia estimado uma produção de 121,4 milhões, agora estima produção de 116,9 milhões de toneladas. A redução de 4,5 milhões de toneladas em relação à estimativa anterior é a soma das perdas estimadas de  2,5 milhões no Paraná, 1 milhão em Mato Grosso do Sul e 1 milhão nos demais estados produtores.

SIM Consult 

A consultoria estima produção de soja de 104 milhões de toneladas na temporada 2018/2019, uma diferença de 15 milhões de toneladas a menos em relação ao que foi colhido no ciclo anterior quando o Brasil produziu pouco mais de 119 milhões de toneladas. A empresa aponta que o agravamento da estiagem na fase reprodutiva da soja e a previsão de seca destacada por modelos de meteorologia norte-americanos indicam mais problemas em estados como Minas Gerais, Maranhão e Bahia, por exemplo. O número leva em consideração também os prejuízos vistos em áreas do Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul.

 

INTL FCStone 

A norte-americana INTL FCStone reduziu em 4 milhões de toneladas a previsão para a safra de soja no Brasil. A consultoria espera que a produção atinja 116,2 milhões de toneladas, ante os 120,2 milhões de toneladas estimados em dezembro.

Agrinvest

A Agrinvest Commodities estima safra de 113,18 milhões de toneladas no ciclo atual, aproximadamente  8 milhões a menos que no ciclo anterior. A produção nacional de soja apresenta perdas principalmente no Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Rio Grande do Sul.

Terra agronegócio 
A consultoria estima safra de 117,5 milhões de toneladas de soja, volume 3 milhões de toneladas menor do que o previsto em dezembro e mais de 7 milhões inferior a levantamento inicial, feito em setembro do ano passado. As perdas mais significativas segundo a Terra Agronegócio ocorreram no Paraná, com redução de 3,1 mi de tons, seguido de Mato Grosso do Sul com menos 1,1 mi de tons e outras regiões como Goiás com quebra de 600 mil toneladas.
Scot Consultoria 
A empresa estimava safra superior a 120 milhões de toneladas e agora prevê produção próxima a 119 milhões de toneladas, pouco menos do que produzido na safra anterior no Brasil.  A produtividade média está sendo revisada para baixo e a consultoria não descarta cortes  na previsão por causa da falta de chuva em regiões do centro-sul.
A opinião de quem produz

Associação dos Produtores de Soja e Milho do Brasil a safra do grão no país vai variar entre entre 110 milhões e 115 milhões de toneladas. Segundo a entidade, as colheitas que estão avançando no pais, como no sudoeste de Goiás, importante área do agro brasileiro, já registra perdas de até 15% em alguns talhões.