Leilão Cabanha das Figueiras e Niazzi alcança liquidez total

Animais de ponta da raça Crioula foram comercializados para cabanhas consagradas com média acima R$ 19 mil

O Leilão Cabanha das Figueiras e Niazzi, ocorrido na noite de sexta-feira, 15 de março, no Tattersall do Cavalo Crioulo, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS), registrou liquidez total na venda de animais da raça Crioula. A média alcançada ficou em R$ 19,970 mil. Vários exemplares foram comercializados acima dos R$ 50 mil.

Entre os lotes mais valorizados da noite estão as fêmeas VV Única, comercializada por R$ 60 mil, e Niazzi Mabel, vendida por R$ 57,5 mil. Conforme Gonçalo Silva, leiloeiro e diretor da Trajano Silva Remates, responsável pela batida do martelo, o leilão que marca os 30 anos da Cabanha das Figueiras foi muito bom, evidenciando a qualidade dos dois criatórios. “Ambas estão sempre no palco máximo da raça Crioula em Esteio”, observou.

Foto: AgroEffective/Divulgação

Silva destacou a excelente liquidez e a média acima de R$ 19 mil, tendo em vista que tinham na oferta muitos animais jovens, potrancas e machos de dois anos. “Mas foi um remate que chamou a atenção basicamente porque grandes investidores, cabanhas já consagradas, participaram comprando os animais da ponta, ou seja, Niazzi e Cabanha das Figueiras mostraram que estão no caminho certo, fazendo um trabalho de excelência”, sinalizou.

Fonte: Rejane Costa/AgroEffective


Leilão Produção Máxima Paranoá Senepol vende para 9 estados

O evento em comemoração aos 10 anos de seleção genética da Paranoá foi um sucesso!

No último sábado, dia 09 de março, diretamente do estúdio do Canal Rural, na capital paulista, foi realizado o Leilão Produção Máxima Paranoá Senepol, que colocou à disposição do mercado 100 animais PO, com a chancela do Selo de Qualidade e Produtividade do criatório sul-mato-grossense.

Timaço no comando do leilão: Arley Pereira (Programa Leilões), os anfitriões Eldino e Guilherme Zeli, Junior Fernandes (S+) e o leiloeiro Guillermo Sanchez

Participantes do Programa Geneplus Embrapa e do PMGS (Programa de Melhoramento Genético do Senepol), os reprodutores, matrizes e babies à venda passaram por provas de desempenho e avaliação intra-rebanho.

Criadores de nove estados (MS, MT, GO, RS, BA, PI, MG, RJ e SP) fecharam negócios durante o evento. Debutando nos leilões da Paranoá, o maior comprador foi Geraldo Magela da Silva Filho, da Fazenda Velha, em Pará de Minas (MG). Ele adquiriu 11 lotes, de todas as categorias ofertadas.

No ar: Leilão Produção Máxima Paranoá Senepol disponibilizou animais frutos de 10 anos de seleção genética

Com foco na produtividade, a média geral do remate ficou em R$ 10mil. E o animal mais valorizado foi o lote 76, Paranoá 634. Parida do touro EZ 517, que apresentou uma progênie diferenciada, a matriz foi vendida por R$ 14mil para Paulo Marques, da Fazenda Pedra Bonita, em Oliveira (MG).

Para quem perdeu essa oportunidade, a boa notícia é que no segundo semestre vem mais novidades por aí. Afinal, 10 anos não são 10 dias e merecem muita comemoração! “Estamos realmente gratos a todos que acreditaram no nosso trabalho e adquiriram a genética Paranoá. Para nossa alegria, tivemos clientes de dois novos estados: Rio Grande do Sul e Piauí, além de mercados já compradores. O grande objetivo deste leilão é contribuir com o projeto pecuário desses novos criadores. E se a primeira edição de 2019 já agradou, podem esperar porque a segunda promete ser ainda melhor” finaliza Guilherme Zeli.


Paranã abre o calendário do Nelore Elite com ótimo resultado

Seleção de Iaciara-GO abriu seu plantel de doadoras e ofertou 30 prenhezes na noite de ontem

Na noite desta quinta-feira (14), um dos criatórios mais vitoriosos em exposições da raça Nelore nos últimos anos ofertou o que tinha de melhor em suas cocheiras. O Nelore Paranã, de Aguinaldo Gomes Ramos, abriu o calendário dos grandes leilões de elite da raça gerando um ar de otimismo no mercado.

Foram ofertadas 29 prenhezes e 1 bezerra. O gerente do criatório, Jandovi Prandi Júnior, celebra o resultado do leilão: “RESPONSABILIDADE GRANDE DE ABRIR O ANO, OFERTAMOS O QUE TEMOS DE MELHOR”. Os destaques da noite foram as prenhezes das duas últimas Grandes Campeãs.

Shankara 4 FIV do Kalunga conquistou seu título de Grande Campeã Nacional na última Expoinel, em setembro. A vaca foi adquirida no Leilão Valônia 2018 em parceria com o Nelore Gibertoni.

Shankara 4 FIV Kalunga (Foto: ACNB/Divulgação)

Outro destaque da noite foi Julieta FIV Carthago, que se sagrou Grande Campeã na Expoinel Mineira, realizada em Uberaba no mês de fevereiro do ano passado. Foi a primeira prenhez comercializada da crioula do plantel de Gabriel Belli (Nelore Carthago).

Julieta FIV Carthago (Foto: Nelore Paranã/Divulgação)

Por Renan Testa | Canal Rural